Saúde emocional na infância - Nayara Carmo Psicóloga Goiânia
Saúde emocional na infância
23 de maio de 2018
Autismo e o Desenvolvimento Cognitivo - Nayara Carmo Psicologia e Neuroestimulação
Autismo e Desenvolvimento Cognitivo
16 de agosto de 2018
Exibir tudo

Cuidados com a Saúde emocional

Saúde Emocional - Nayara Carmo Psicóloga

Anualmente, a maioria das pessoas fazem exames físicos para verificar a saúde. As academias e centros de estética estão lotados de pessoas que querem ter mais saúde e estão em busca de um corpo perfeito. A realidade é que muitos cuidam da saúde física, mas se esquecem de cuidar da saúde emocional.

A saúde emocional trata sobre o bem estar psicológico, que engloba a capacidade de lidar com os sentimentos, relacionamento social, a forma como nos sentimos em relação a nós mesmos e como enfrentamos as dificuldades. Portanto, lidar com sentimentos como raiva, tristeza, insegurança e medo é extremamente normal, entretanto, quando não damos a devida atenção a nossa saúde emocional podemos perder o nosso ponto de equilíbrio. Como consequências, podem surgir uma série de problemas como síndrome do pânico, estresse, ansiedade e depressão.

Mas, para evitar desgastes a sua saúde emocional, é preciso tomar alguns cuidados. No artigo de hoje, apresentaremos 3 dicas para te ajudar a evitar problemas decorrentes do descuido com emoções.

1. Cuide de seu sono

Uma boa noite de sono é fundamental para que você fique mais relaxado, melhore o humor, tenha mais disposição e saúde. De acordo com especialistas da National Sleep Foundation uma pessoa adulta deve dormir entre 7 e 9 horas por dia, as crianças com idade entre 6 e 13 anos precisam de no mínimo 9 horas de sono e no máximo 11. Os adolescentes (14-17) devem dormir cerca de 10 horas por dia.

Caso você tenha alguma dificuldade para dormir ou mesmo acordar, o ideal é buscar ajuda psicológica para analisar a situação, pois esse problema pode ocorrer por uma série de fatores. Apagar as luzes do quarto, evitar utilizar aparelhos eletrônicos na cama e desligar a televisão também melhoram a qualidade do sono.

2. Faça uma coisa de cada vez

Quando você tenta fazer várias coisas ao mesmo tempo também está prejudicando a sua saúde emocional e pode ocasionar aumento do nível de estresse. A dica é reservar um tempo para cada tarefa. Não coma enquanto utiliza o celular, tablet ou computador, por exemplo.

Tente fazer uma coisa de cada vez para que seu cérebro processe melhor as informações e atividades. Isso evita que você se estresse e tenha frequentes dores de cabeça.

3. Melhore sua alimentação

Uma dieta equilibrada ajuda a reduzir significativamente o nível de estresse. Evite comer muito, embora esta seja uma das formas mais comuns que as pessoas encontram para tentar controlar o estresse e a ansiedade, o problema tende a aumentar quando você exagera na comida.

A cafeína e bebidas alcoólicas são grandes vilões. O excesso dessas substâncias aumenta a ansiedade e dificulta o combate ao estresse. Por outro lado, existem alimentos que colaboram com a saúde emocional, como o abacate, cenoura, banana, grãos e castanhas integrais.

Agora que você já viu que a sua saúde emocional também precisa de cuidados, siga essas recomendações para garantir uma melhor qualidade de vida. Além disso, quanto antes você começar a utilizar os recursos da psicoterapia, melhores serão os resultados. É preciso educar nossos medos e frustrações enquanto eles são pequenos.

Nayara Carmo
Nayara Carmo
Nayara Carmo é Psicóloga, formada pela PUC/GO, especializando em Neuropsicologia e Terapia Cognitivo Comportamental.

Deixe uma resposta