Atendimento

Sobre a Psicologia

A Psicologia surgiu da Filosofia, que por sua vez atua com perguntas, como: Quem eu sou? Qual a origem de tudo que existe? Para onde vamos? Por que tenho determinado sentimento de acordo com cada situação? Provavelmente você já deve ter feito alguma delas ao longo da sua vida, não é mesmo?

Na antiguidade, os povos buscavam compreender os fenômenos da natureza e encontrar respostas para muitas questões por meio da criação de mitos – ou seja, narrativas simbólicas. Mas, os gregos começaram a buscar explicações racionais, e isso é justamente o que destingue os seres humanos dos demais animais. A partir desta tentativa, surgem as ciências como a filosofia e a psicologia, esta última dedicada ao estudo das emoções humanas.

Fonte: Fundamentos da Psicologia

 
Cada povo, dentro de uma determinada perspectiva cultural, busca encontrar o sentido da vida, nas pequenas ou grandes evidências que a própria vida nos traz. Isso acontece porque o ser humano tem esta característica: é um sujeito perguntador.

(ARAÚJO e GOULART 2003, p.125.)

 

Consultório

Um espaço adequado para receber você, seu(s) filho(s). Sala de espera confortável, brinquedos pedagógicos, lanchonete.


Avaliação Psicológica

O primeiro passo para definir o tratamento

Ao iniciar terapia é preciso traçar o método do tratamento que será utilizado, a fim de tornar seu desenvolvimento o mais proveitoso possível.

A Avaliação Psicológica é fundamental na Psicologia, pois permite análise detalhada, objetiva e fidedigna da realidade psicológica de uma pessoa em curto espaço de tempo.

Veja como começar:

  • Agende sua primeira consulta.
  • A Avaliação Psicológica será realizada e seu tratamento adequado às necessidades apresentadas.
  • Focamos nos resultados que deseja com a terapia.

Estimulação Neuropsicológica

Entender o funcionamento do cérebro ajuda a direcionar o tratamento.

Compreender como as estruturas e funções do cérebro interferem em processos psicológicos específicos e no comportamento. Esse é o campo da Neuropsicologia. É uma especialidade da Psicologia que requer formação e treino específicos.

Envolve avaliação, diagnóstico, tratamento e/ou reabilitação de pacientes que possuem condições médicas, psiquiátricas ou relativas ao neurodesenvolvimento, bem como outras condições que envolvem alterações cognitivas ou da aprendizagem. A aplicação de princípios, técnicas, testes psicológicos, neurológicos, cgnitivos, comportamentais e fisiológicos são necessários para verificar competências ou fragilidades neurognitivas, comportamentais e emocionais do paciente; e ainda o funcionamento normal ou alterado do Sistema Nervoso Central. A integração destas informações permitirão a identificação e diagnóstico das possíveis alterações, como objetivo de planejar e implementar um programa de intervenção/reabilitação.

Os alvos da Neuropsicologia são quaisquer condições que comportem alterações ou déficits no funcionamento cognitivo.

Psicoterapia Infantil

Devemos cuidar das crianças para termos adultos mentalmente saudáveis.

Os primeiros anos de vida da criança são caracterizados pela evolução e desenvolvimento extremamente rápidos. A cada nova etapa de desafios aos pais questionam sobre a normalidade do desenvolvimento e comportamento dos filhos. Se ocorre algum pequeno atraso ou lentidão na aquisição de certas competências, os pais ficam fortemente ansiosos.

Com a observação e acompanhamento profissional, pode-se perceber se o desenvolvimento está dentro do ciclo correto à idade da criança, que pode apresentar dificuldades em lidar com a grande quantidade de mudanças a cada fase da infância.

Por não ter a mesma capacidade de comunicação dos adultos em se expressar verbalmente, tendem a manifestar em agressividade, birras, xixi na cama, dificuldade em dormir ou comer, choro fácil ou constante, o que é natural, pois algo lhe causa sofrimento sem que possa exprimir com exatidão o que sente. Desvalorizar estes sinais pode comprometer um desenvolvimento harmonioso.

Psicoterapia – Jovens e Adultos

Para jovens e adultos a psicoterapia direciona as aptidões e neutraliza os bloqueios mentais.

Para jovens e adolescentes surgem diariamente novos desafios, situações de enfrentamento da realidade, em que terão de apresentar reações adequadas a todos estes percalços, como preparação lidar com a fase adulta. Neste sentido, devemos motivar o jovem na tomada de decisões responsáveis, consciente de que suas escolhas de hoje afetarão seu futuro. Aprender a lidar com o inusitado, enfrentar e resolver problemas do dia a dia é primordial para um crescimento psicológico saudável.

Já na fase adulta, desde os desajustes não tratados na juventude ao estresse gerado pelas atribulações atuais podem ser resolvidos com a psicoterapia. O autoconhecimento, a identificação de sinais de desajuste emocional ou intelectual poderá ser a chave para aprender a resolver com temperança tais adversidades.

Reabilitação Cognitiva

Conhecer a si mesmo para (re)habilitar-se em seu próprio caminho.

A Reabilitação Cognitiva por ser compreendida como as práticas que visam reabilitar pessoas para conhecerem e utilizarem suas funções psicológicas básicas designadas como cognitivas: atenção e memória, habilidades sócio-comunicativas e o uso de linguagem, assim como a capacidade de julgar, avaliar ou imaginar situações futuras.

A Reabilitação Cognitiva difere da Terapia Cognitiva, pois a segunda atinge, tal qual a terapia cognitivo-comportamental, um grupo maior de pacientes com problemas emocionais e mentais e não apenas em pacientes que tenham sofrido problemas físico-cerebrais, como a reabilitação cognitiva.

Palestras

Preparar, capacitar e auxilar pessoas através do conhecimento

As palestras abrem possibilidades para despertam o potencial das pessoas envolvidas. Escolas ou empresas podem e devem aproveitar a Psicologia como aliada de suas atribuições, estendendo a alunos ou colaboradores os mecanismos de autocontrole para sua evolução pessoal e profissional.